//Grandes ADMs: confira a entrevista com o presidente da Junta Comercial de Sergipe

Grandes ADMs: confira a entrevista com o presidente da Junta Comercial de Sergipe

Para o Administrador, a presença do CRA fortalece a Jucese

O órgão liderado pelo Adm. George Trindade tem o projeto Agiliza Sergipe, que visa simplificar o registro e da legalização de empresas e negócios no estado (Foto: Kaio Espínola)

Na segunda edição da série “Grandes ADMs”, o Conselho Regional de Administração de Sergipe realiza entrevista com mais uma personalidade significante para a Administração. Estamos falando de George da Trindade Gois, profissional registrado no CRA-SE e presidente da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese), órgão responsável por promover o desenvolvimento através de uma política de qualidade na execução dos atos de registro público de empresas mercantis e atividades afins.

Confira a entrevista na íntegra:

[CRA-SE] Qual a importância de se ter um Administrador registrado à frente da Jucese?
[G.T.] Primeiramente, é importante ressaltar que o registro do administrador junto ao Conselho de Administração é de extrema relevância, pois confere total legalidade para o exercício da profissão, assim como confere segurança à sociedade de uma maneira geral. Como atual presidente da Jucese, posso afirmar que minha formação no curso de Administração de Empresas, além da minha experiência no campo da gestão pública, me ajudou muito a entender todos os trâmites administrativos e financeiros da Junta Comercial, bem como orientar nossos colaboradores a usar os recursos financeiros e humanos da melhor maneira possível.
[CRA-SE] De que forma a Jucese e o CRA-SE podem trabalhar juntos em prol do profissional de Administração e da sociedade em geral?
[G.T.] Importante instituição de classe, o Conselho Regional de Administração de Sergipe tem papel significativo na Junta Comercial ao compor o quadro de entidades do Colégio de Vogais, sendo representado atualmente pelo administrador Diego da Costa, vogal titular, e pelo administrador Sidney Vasconcelos, vogal suplente. É importante destacar que temos a honra de ter o atual presidente do conselho em nossa autarquia. A presença do CRA em nosso vocalato, de sobremaneira, fortalece nosso órgão, além de claro fortalecer a categoria dos administradores. Com relação a ações conjuntas em prol do profissional da Administração, a Junta Comercial dispõe de um banco de dados com o cadastro de mais de 120 mil empresas que pode ser disponibilizado para ações do conselho. Com relação à sociedade em geral, o CRA nos apoiou, assim como as outras entidades que integram o Colégio de Vogais, o início do Fórum Permanente de Capacitação voltado para os usuários da Junta Comercial, contadores, advogados, administradores, que tem o objetivo de esclarecer dúvidas referentes ao registro mercantil e minimizar o número de processos na Jucese com exigências, erros ou pendências de informações. Este evento ocorre até hoje e vem ajudando e muito os nossos usuários.
[CRA-SE] Vocês possuem o projeto “Agiliza Sergipe”, que busca reduzir a burocracia na abertura de empresas. Como o projeto funciona? Quais resultados o estado vem recebendo?
[G.T.] Em funcionamento desde 2014 e coordenado pela Jucese, o Agiliza Sergipe é um portal de serviços responsável pela execução do projeto Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, a Redesim, em nosso Estado. Ele unifica num único espaço virtual e amplamente seguro os órgãos públicos envolvidos no registro e no licenciamento de empresas em Sergipe. Fazem parte do portal a própria Jucese, a Receita Federal do Brasil, a Secretaria de Estado da Fazenda, o Corpo de Bombeiros, a Vigilância Sanitária Estadual e o Setor de Tributos e a Vigilância Sanitária de 61 Prefeituras Municipais de Sergipe. Trata-se de uma ferramenta online que vem simplificando e desburocratizando a vida do empresário sergipano na hora de abrir um negócio. É o que dizem os resultados excelentes. Dados da Receita Federal apontam que o tempo médio total de abertura de empresas em Sergipe atingiu a meta de excelência definida pelas diretrizes da Redesim, que é de três dias úteis. Mas fomos muito além disso. Hoje, em nosso Estado, é possível abrir uma empresa em dois dias e 13 horas. Abrir no sentido de obter o contrato social, CNPJ, inscrição estadual, alvará de funcionamento, licença dos Bombeiros. É fantástico. Estamos em primeiro lugar no Brasil, empatado com o Estado de Rondônia, conforme ranking da Receita Federal.
[CRA-SE] Já são 121 anos de atuação da Jucese. O que mudou?
[G.T.] Em 121 anos de existência, a Jucese passou por grandes transformações, sempre no sentido de melhorar os serviços alusivos ao registro mercantil prestados para a nossa sociedade. Os avanços conquistados pela Junta Comercial ocorreram, sobretudo, em virtude da tecnologia. Hoje, disponibilizamos o registro de empresas totalmente pela internet, através do Portal de Serviços Agiliza Sergipe, eliminando a necessidade do usuário se deslocar a nossa sede ou um dos dez pontos de atendimento espalhados pelas cidades de todas as regiões do Estado para dar entrada em documentos, uma vez que toda documentação referente ao registro pode ser entregue de modo eletrônico com a confiabilidade e a segurança da certificação digital.
*Entrevista corrigida às 11h16 do dia 21/12/2018.
2018-12-21T12:17:46+00:0021 de dezembro de 2018|